Estudo revela que o refluxo atinge mais da metade da população. Saiba como tratar ~ RÁDIO CIDADE WEB DE QUIXELÔ

Estudo revela que o refluxo atinge mais da metade da população. Saiba como tratar

A Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) realizou o
 maior e mais atualizado mapeamento sobre o impacto do refluxo 
na população brasileira. O resultado mostra um quadro alarmante: 
51% afirmam sofrer com o refluxo semanalmente, além de 
outros sintomas como a azia e a pirose (queimação) 
que também podem ser 
indícios do problema.
“Quando não tratado de forma adequada, o refluxo provoca 

alterações no cotidiano
 das pessoas, com prejuízos na vida pessoal e profissional. 
Uma das opções de tratamento, frequentemente recomendada
 pelos especialistas, após avaliação do

 quadro clínico do paciente, é o alginato”, destaca Dr. Flávio 
Quilici, presidente da 
FBG.
Afinal, quem sofre de refluxo?A pesquisa mostrou que

 as mulheres, obesas, sedentárias e fumantes, entre 36 a 47 
anos representam o grupo que mais sofre dessa condição. 
Dentre as principais
 causas estão o consumo exagerado de alimentos gordurosos, 
refrigerantes, café, bebidas alcóolicas, bem como, os tabagistas e 
os que não praticam exercícios
 físicos.
O estresse também pode incidir sobre o problema. “Além de ser 

o fator de risco p
ara outras doenças como os problemas cardiovasculares e metabólicos, o
 estômago é uma das principais partes do corpo a indicar o mal que 
o estresse faz à saúde”, explica Dr. Flávio.
Gravidez e má digestãoO estudo revelou que 85% das grávidas

 relatam sentir alguns dos sintomas do
 refluxo. Mas porque ele é tão comum entre este grupo? Os principais 
motivos são:
• Aumento da pressão intra-abdominal devido ao crescimento do útero;
• Maior relaxamento do esfíncter (músculo) que fica entre o esôfago e o 
estômago, e que funciona como uma válvula.
Os sintomas do refluxo, por exemplo, começam a ficar mais fortes

 e frequentes
 a partir da 27ª semana de gestação, com mais chance de se desenvolver em 
mulheres que já tinham este problema antes da gestação ou já 
estiveram grávidas.
Dr. Flávio destaca que o alginato também pode ser indicado para

 os sintomas mais comuns provocados pelo refluxo (azia e queimação) 
no segundo e terceiro trimestres da gravidez, dado que não possui 
ação sistêmica e pode ser indicado às grávidas,
 sempre sob orientação médica.
O refluxo tem tratamento?De acordo com a pesquisa, 46% não 

sabem a diferença entre sal de frutas, 
antiácido, leite de magnésia e alginato, sendo que a utilização
 incorreta deles pode causar prejuízos para a saúde.
O sal de fruta é um dos tratamentos mais recorrentes:

 5 em cada 10 fazem 
uso quando sentem algum dos sintomas. No entanto,
 na presença do refluxo, a utilização deste método pode até mesmo 
piorá-lo. Isto porque dependendo 
da frequência e da intensidade dos sintomas, ele pode não ser 
eficiente pois possui apenas ação imediata e passageira. Depois de 
um tempo de uso, ele aumenta o 
pH do estômago estimulando efeito rebote com a produção de mais acidez, 
agravando os sintomas do refluxo. Já o medicamento alginato, 
ainda pouco conhecido
pela população, pois, segundo a pesquisa apenas 6% recorrem a ele,
 tem ação de longo prazo, por até 4 horas, porque forma uma barreira
 mecânica impedindo aquelas sensações de queimação e azia causadas 
pelo refluxo. “O tratamento dependerá do estágio da doença. Perder
 peso, evitar alimentos e bebidas que pioram o refluxo, comer porções
 menores, não se deitar logo após as refeições, além da prática 
de exercícios físicos contribuem para combater os sintomas e para
 uma melhor qualidade de 
vida”, afirma Dr Flávio.Benefícios do alginato:•Ação mecânica: 
O medicamento forma uma barreira física de gel na parte 
superior do estômago impedindo que o líquido volte ao esôfago causando 
queimação, azia
 e refluxo;
•Não é absorvido pelo organismo, diferente dos antiácidos comuns;
Responsável Técnico:
Dr. Flávio Quilici/CRM: 17015
LUFTAGASTROPRO® (alginato de sódio e bicarbonato de potássio).
 M.S. 1.7390.0005. Indicado para o tratamento de sintomas do refluxo, azia e queimação. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER 
CONSULTADO.
fonte:G1
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Redes Sociais

Twitter Google Plus Email Twitter Facebook Instagram RSS Feed Email

Click e baixe o nosso aplicativo

Magazine Luiza e Você

Horóscopo Diario

Clima Tempo

+25
°
C
H: +31°
L: +25°
Iguatu
Quarta-Feira, 09 Janeiro
Ver Previsão de 7 Dias
Qui Sex Sáb Dom Seg Ter
+28° +28° +28° +26° +26° +27°
+21° +19° +20° +20° +21° +20°

Ouça no Radios Net

Arquivo do Site